É bem verdade que nunca falta o que escrever. Não sou excepção. Mas mais do que escrever para alguém ler, a escrita tem em mim um efeito catártico. E é isso que procuro.
26.11.09

 

 

Desculpem o aglomerado de anedotas mas estas merecem pela sua actualidade. Além disso, quem é que não gosta de uma boa anedota? 

 

 

 

 

 

Um homem ia a passar junto à porta do Plenário da Assembleia da República e ouve uma gritaria que saía lá de dentro.

"Filho da P***, Ladrão, Salafrário, Assassino, Traficante, Mentiroso, Pedófilo, Vagabundo, Sem Vergonha, Trafulha, Preguiçoso de Merda, Vendido, Usurário, Foragido à Justiça, Oportunista, Engana Incautos, Assaltante do Povo..."
 

Assustado, o homem pergunta ao segurança, parado na porta:

"O que está a acontecer aí dentro? Estão à porrada ?!

"Não", responde o segurança. "Cá para mim estão a fazer a chamada para saber se falta alguém."

 

 

 

Digam lá, é ou não é fantástica?

 

 

sinto-me: numa de anedotas
link do postPor Gita, às 11:17  comentar

 
mais sobre mim
Novembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
17
18
20
21

22
24
28

29


arquivos
blogs SAPO