É bem verdade que nunca falta o que escrever. Não sou excepção. Mas mais do que escrever para alguém ler, a escrita tem em mim um efeito catártico. E é isso que procuro.
29.12.09

Este post deve-se ao facto de ter estado desaparecida durante a época natalícia.

Estou viva, não morri. Mas agora deixemos os pensamentos lili-canecianos.

Foi um Natal algo atribulado com uma ida às urgências com a minha avó na noite de dia 24. Parece estar melhor. Mas este é um assunto que ficará para mais tarde.

Calha bem dizer que estou viva já que hoje Maria Gita faz 27 aninhos. Gosto imenso do número 27.

Já convidei alguns colegas daqui do edifício para cá darem um salto. Pena o chefe não estar hoje. Gostava de partilhar bolinho com ele também, já que é sempre tão amável. Porque se não fosse não sei se dava. Bem, conhecendo-me como me conheço, dava na mesma e ficava contente.

Ao almoço também fui de tupperware na mão para a cantina para dar bolinho às colegas que trabalham do outro lado da fábrica. As minhas tortas de batata foram gabadas e eu, claro, fiquei babada. É bom quando nos damos conta que afinal temos jeito para alguma coisa.

E pronto, agora não tenho muito tempo. Isto de fazer anos não é sinónimo de sorna no trabalho. Ainda tenho coisas para fazer antes do regabofe. Inté...

 

 

sinto-me: aniversariante
link do postPor Gita, às 15:44  comentar

 
mais sobre mim
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
15
16
19

20
22
23
24
25
26

27
28
30


arquivos
blogs SAPO