É bem verdade que nunca falta o que escrever. Não sou excepção. Mas mais do que escrever para alguém ler, a escrita tem em mim um efeito catártico. E é isso que procuro.
13.1.10

Começo a acreditar que algo se passa no mundo do cinema que ainda não chegou a mim. Ou é isso ou eu não tenho o menor sentido crítico no que diz respeito a cinema e não sei portanto apreciar bom cinema. Passo a explicar.

Só há pouco tempo consegui ver este filme:

 

 

 

Sempre ouvi dizer que o filme era fantástico, a não perder, uma obra-prima, candidato a óscar. Ok. Acabei por vê-lo e devo dizer que estava a ver que aquilo nunca mais acabava (sim, porque eu, como masoquista que sou, ainda que não goste de um filme sou incapaz de o deixar a meio). Não achei piada nenhuma. Achei choné até mais não. Terei sido só eu? Estarão vocês a pensar: não sabes o que é bom? Talvez. Mas ninguém me pode obrigar a gostar daquilo. Gostei apenas do desempenho do Christoph Waltz. Porque de resto...

Espero que ninguém me destrate à conta disto.

Este não é caso único. Também não gostei do "The Curious Case of Benjamin Button". Muito argh. E do "Public Enemies". E se puxasse pela cabeça provavelmente lembrar-me-ia de mais alguns filmes que fizeram grande alarido mas que não me fascinaram.

Mas depois ponho-me a pensar... se há tanta gente que gosta deles e eu sou a excepção, se calhar vai-se a ver e o problema sou eu que sou tótó.

É, deve ser isso.

 

sinto-me: cinéfila
link do postPor Gita, às 17:18  comentar

De João Cacelas a 27 de Janeiro de 2010 às 12:08
Quentin Tarantino...ou se adora ou se detesta.
Tu detestaste, o que é compreensível. :)

De Gita a 27 de Janeiro de 2010 às 15:24
Ora aí é que está: eu até gosto de outros filmes do senhor (embora sejam sempre psicóticos) mas este... Nah... não me convence.

De João Cacelas a 27 de Janeiro de 2010 às 16:31
Já os outros dois que mencionaste também não me disseram nada.
E o Avatar, é como diria o outro: nunca lá fui, nem lá quero voltar.
A única coisa de novo que o filme tem é a tecnologia porque o argumento é um pastiche entre Star Wars e filmes sobre a colonização, mas em mau.

De Gita a 27 de Janeiro de 2010 às 17:15
Ah bom! Muito obrigada. Já não me sinto tão mal. Talvez o problema não seja eu.
Quanto ao Avatar só vi ainda a apresentação no cinema. Mas quero ver. Gosto de criticar com conhecimento de causa. Se bem que à partida me parece mais um "Ah" que depois termina em "Oh". A ver vamos.

De João Cacelas a 27 de Janeiro de 2010 às 18:11
Repara que também gosto de criticar com conhecimento de causa ( e por isso mesmo, não digo mal de mais nada do filme). Mas, conhecendo o argumento, sabendo que o filme é do James Cameron e o facto de ter que ir largar o dinheiro no bilhete do cinema para ver aquilo fazem-me mandar o "conhecimento de causa às urtigas". ;)

De Gita a 28 de Janeiro de 2010 às 09:30
Eh eh... Ainda para mais ao preço que estão hoje em dia os bilhetes de cinema. Há que ser selectivo.

 
mais sobre mim
Janeiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
30

31


arquivos
blogs SAPO